terça-feira, 22 de abril de 2014

Palestra sobre Hanseníase inaugura a Divisão de Ensino e Pesquisa do Hospital Colônia Itapuã


A história da hanseníase e as informações sobre a doença marcou o início dos trabalhos da Divisão de Ensino e Pesquisa (DEP) do Hospital inaugurado em 1940. De lá para cá, o HCI  permanece como testemunha da evolução das políticas de saúde marcando a história da saúde pública no Rio Grande do Sul. Para um público atento formado por técnicos e funcionários terceirizados com diversos níveis de conhecimento,  a enfermeira Rita Camello que se dedica aos estudos e cuidados da hanseníase, destacou sua experiência no Sanatório San Francisco de Borja (Hospital de Fontilles) pertencente ao estado de Alicante na Espanha, onde realizou o curso de Leprologia e que teve uma realidade muito semelhante ao HCI.

Com o objetivo de valorizar e sensibilizar este público para o qual a história permanece viva no cotidiano e no espaço físico, a DEP, sob a coordenação da enfermeira Salette de Albuquerque Wanke, tem como proposta realizar mensalmente palestras enfocando não apenas a história da hanseníase, mas desenvolver o projeto de educação continuada com temas sobre saúde do trabalhador, saúde do paciente, saúde da mulher e do homem, técnicas de enfermagem, entre outros assuntos.  


Lustre da Igreja Luterana
 do HCI
Gerenciado pela DEP, o  Memorial do Hospital Colônia Itapuã  dará início, a partir de junho, ao Programa de visitação às instalações do Hospital. Na antiga casa das freiras - prédio onde as freiras franciscanas moravam no Hospital e eram responsáveis pelo cuidado dos pacientes - o acervo  está sendo pesquisado, higienizado,  separado e catalogado. Já pode ser observado o conjunto de móveis, utensílios e materiais que ilustram a vida daqueles que foram enviados compulsoriamente a viver na Colônia por serem portadores da hanseníase. Entre as curiosidades, chamam a atenção, um vestido de noiva, malas, uma máquina onde eram esterilizadas as cartas escritas pelos pacientes aos seus familiares, potes de medicamentos, um livro de receitas de loções e remédios escrito em letras góticas pelas religiosas.
Máquina utilizada para
a esterilização de cartas
Quem desejar agendar visita ao Hospital que se localiza na estrada Frei Pacífico, em Itapuã,  poderá ligar para o telefone de número 3494.8055.
Vestido de noiva
usado por uma hanseniana




 
 
 
 
 

Lia  Magalhães
Assessoria de Comunicação Social
Departamento de Coordenação dos Hospitais Estaduais
Secretaria Estadual da Saúde
Tel. 3339.2111 ramal 1156 - Cel. 84052509
Av. Bento Gonçalves, 2460 - B. Partenon



quinta-feira, 17 de abril de 2014

Hospital São Pedro sedia o Lançamento da Força Estadual de Saúde




 
No final da manhã ensolarada desta quinta-feira(17), no pátio do Hospital Psiquiátrico São Pedro,  o  governador Tarso Genro, o ministro da Saúde Arthur Chioro e a secretaria estadual da Saúde Sandra Fagundes acionaram o mecanismo de armação de uma das tendas que compõe o posto médico inflável para atendimento múltiplo. Este foi o ato que marcou o lançamento  da Força Estadual de Saúde formada por uma super-estrutura técnica e logística, equipada para fazer atendimento imediato de eventos de múltiplas vítimas, catástrofes  naturais e grandes eventos com risco de saúde pública.


 
Autoridades e convidados acompanharam a apresentação da estrutura que já estará pronta para atuar durante a Copa do Mundo deste ano com dois helicópteros, um ônibus, cinco tendas de Posto Médico Avançado Inflável, equipamento de múltiplas vítimas e equipe que estará de sobreaviso permanente para atuar em cada uma das regiões de saúde.

 
A secretária Sandra Fagundes em seu discurso enfatizou a qualidade das ações de saúde  em casos de socorro em situações de emergência no Rio Grande do Sul,  Estado que introduziu o Serviço de Atendimento Médico de Urgência no país e permanece tendo o maior número de bases do Samu no Brasil. Tragicamente, o Estado se tornou referência internacional em atendimento de múltiplas vítimas no evento da tragédia da boate Kiss, em Santa Maria, em janeiro de 2013, quando houve o maior deslocamento aéreo de socorro do mundo.

O ministro da Saúde, Arthur Chioro, ao se pronunciar, declarou que a Força Estadual de Saúde, à semelhança da Força Nacional de Saúde, “não foi criada para a Copa do Mundo, foi criada para todo o tipo de calamidade. Não é uma sofisticação, é a necessidade do Estado em constituir soberania para atuar preventiva e emergencialmente nos problemas mais críticos e mais graves.”

Estiveram também presentes no lançamento a deputada federal Maria do Rosário, Deputado estadual, Aldacir Oliboni, Diretor do Departamento de Coordenação dos Hospitais Estaduais, Antonio Fernandes, o comandante da 6ª Divisão do Exército, general  Manoel Pafiadache e a defensora pública Paula Pinto Souza.

 
 Texto e fotos: Lia Magalhães
                      


Lia  Magalhães
Assessoria de Comunicação Social
Departamento de Coordenação dos Hospitais Estaduais
Secretaria Estadual da Saúde
Tel. 3339.2111 ramal 1156 - Cel. 84052509
Av. Bento Gonçalves, 2460 - B. Partenon
 

Diretor do Departamento de Coordenação dos Hospitais Estaduais recebe autoridades para o lançamento da Força Estadual de Saúde no Hospital Psiquiátrico São Pedro






 

 

quarta-feira, 9 de abril de 2014

Hospital Sanatório Partenon promove seminário e nomeia a Comissão Científica da Instituição

 
O auditório do Hospital referência no tratamento de Tuberculose no Rio Grande do Sul lotou na tarde de terça-feira, 8, quando foi abordado o tema Pesquisa na instituição. O I Seminário de Pesquisa, promovido pela Divisão de Ensino e Pesquisa do HSP, objetivou implementar e consolidar um espaço para a discussão e socialização do conhecimento produzido, subsidiado pela Política de Pesquisa da Secretaria Estadual da Saúde

O diretor do Departamento de Coordenação dos Hospitais Estaduais da Secretaria Estadual da Saúde, Antonio Joaquim Fernandes destacou que na área da Saúde a pesquisa é fundamental. O Hospital sempre apresentou um experiente e qualificado corpo técnico que contribuiu com produções científicas importantes na saúde Pública. Ao realçar a importância da instituição, lembrou  que o primeiro caso de AIDS no Rio Grande do Sul foi descoberto no Sanatório Partenon pela médica Cândida Neves. Na oportunidade, o diretor nomeou as médicas  pneumologistas Carla Jarczewski e Gisela Unis; a psicóloga, doutora em Psicologia Clínica, Marta Conte;  e a médica Nêmora Barcellos como membros da Comissão Científica da instituição.
 
A diretora Técnica do HSP, Carla Jarczewski  afirmou que em décadas anteriores  houve produções de documentos científicos relevantes e o  conhecimento era produzido na instituição a partir do desenvolvimento do trabalho através de Pesquisa Operacional. Aproveitar as práticas, oficializar a Comissão e normatizar a pesquisa vêm agilizar e fomentar a investigação no HSP.
 
 
Lia  Magalhães 
Assessoria de Comunicação Social
Departamento de Coordenação dos Hospitais Estaduais

Secretaria Estadual da Saúde
Tel. 3339.2111 ramal 1156 - Cel. 84052509
Av. Bento Gonçalves, 2460 - B. Partenon
 
 

sexta-feira, 4 de abril de 2014

Audiência pública sobre o número de vagas de Residência em Psiquiatria no Hospital Psiquiátrico São Pedro reabre discussão sobre a Reforma Psiquiátrica


A audiência pública proposta pelo Deputado Pedro Wetphalem, da Comissão de Saúde e Meio Ambiente da Assembleia Legislativa, que ocorreu na manhã desta quarta-feira, 2, para tratar do assunto sobre a diminuição do número de vagas da Residência médica no Hospital Psiquiátrico São Pedro, levou servidores, sindicatos e associações de classe e representativas da sociedade  a expor os avanços,  anseios e frustrações vivenciadas no campo da saúde mental no Estado.

Após depoimentos, o parlamentar decidiu que a questão vai além da discussão sobre  a Residência Médica do Hospital e fez a sugestão, a ser aprovada pelo Presidente da Comissão , deputado Adilson Troca, de reavaliar a Reforma Psiquiátrica entre outras questões que merecerão  ser revistas como a manutenção das oito vagas de Residência no Hospital São Pedro e  a remuneração diferenciada para as vagas de residência disponibilizadas no interior do Estado.

O diretor adjunto do Departamento de Coordenação dos Hospitais Estaduais (DCHE) da Secretaria Estadual da Saúde (SES), Pablo Medeiros,  avalia que as discussões são legítimas no processo democrático em que a Reforma Psiquiátrica se originou e está inserida com um caminhar progressivo que dura mais de 20 anos. O DCHE  tem a prerrogativa de atender as determinações da Política de Saúde Mental vigente intermediando as estratégias de como avançar num olhar voltado para a qualidade de vida dos usuários, contemplando,  também, os trabalhadores em saúde, o ensino e a pesquisa, qualificando assim, o atendimento do SUS. 

A coordenadora da Residência Médica do HPSP, Roberta Rossi Grudtner, abriu o debate manifestando contrariedade pela diminuição das vagas da residência médica disponibilizados pelo edital de seleção, em 2013, com cinco ao invés das oito vagas credenciadas pela  Comissão Nacional  de Residência Médica (CNRM), além das quatro vagas da Psiquiatria infantil , área da infância e adolescência. “"A resolução da Comissão Nacional de Residência Médica é bem clara especificando que o edital de seleção é uma responsabilidade das instituições dos programas de Residência e deve respeitar o número de vagas credenciadas", afirma”.  O Hospital, tido como excelência na formação de médicos em psiquiatria, atende 88 municípios, numa média de 5 milhões de pessoas. Por mês, o Serviço de Atendimento e Triagem (SAT) da instituição atende em média, 300 pacientes.

O diretor da Escola de Saúde Pública  da SES, Marcio Belloc, explicou  não ter havido,  em anos anteriores, o preenchimento das vagas  disponibilizadas tendo sido necessário fazer um edital suplementar para manter a Residência em Psiquiatria. "“Este ano temos em psiquiatria 14 vagas, cinco no HPSP, cinco em São Lourenço do Sul, duas em Alegrete e duas em Sapucaia do Sul. Todas credenciadas junto ao CNRM. As duas vagas em psiquiatria infantil foram mantidas, inclusive”," explica.

Os servidores do HPSP mobilizados vestidos de preto, carregando faixas, aproveitaram a oportunidade e expressaram suas incertezas sobre o futuro da instituição e receios das medidas a serem adotadas neste processo de mudança que coloca a instituição nos caminhos propostos pela Reforma Psiquiátrica.

Foram ouvidos na audiência Pública além do deputado Luiz Fernando Mainardi, os representantes da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABRP), o Sindicato Médico do Rio Grande do Sul (Simers), a Sociedade de Apoio ao Doente Mental (Sadom), Sindicato dos Servidores da Saúde do RS (Sindissama) e Secretaria Municipal de São Lourenço do Sul.

Lia  Magalhães 
Assessoria de Comunicação Social
Departamento de Coordenação dos Hospitais Estaduais

Secretaria Estadual da Saúde
Tel. 3339.2111 ramal 1156 - Cel. 84052509
Av. Bento Gonçalves, 2460 - B. Partenon

quarta-feira, 2 de abril de 2014

Hospital Sanatório Partenon realiza seminário sobre Pesquisa


O  I seminário de  Pesquisa será realizado na próxima terça, 8, das 13 às 18h, no auditório do Hospital Sanatório Partenon que é referência no tratamento da Tuberculose no Rio Grande do Sul. A instituição vinculada ao Departamento dos Hospitais Estaduais (DCHE) da Secretaria Estadual da saúde (SES)  em um histórico bastante extenso sobre obras e trabalhos desenvolvidos em pesquisa a partir de suas práticas. Em especial, o Programa de Controle da Tuberculose marcou a história da Secretaria da Saúde ao envolver todos os níveis de assistência dando origem a trabalhos de pesquisa e publicações científicas tendo sido o HSP o ambiente de estudos e inovações. 

Ao realizar o seminário, a instituição vem resgatar e fomentar o ensino e a pesquisa aproveitando o corpo técnico e de residentes capazes de aplicar o conhecimento a partir do estudo e investigação. 

O seminário é destinado não apenas aos servidores, residentes e estagiários, mas a pesquisadores e interessados na área. A inscrições para o seminário são gratuitas com vagas limitadas. Os interessados poderão se inscrever pelo e-mail: depesq-hspartenon@saude.rs.gov.br da Divisão de Ensino e Pesquisa da instituição, ou obter maiores informações pelo telefone 3901.1355.

Confira a programação:

13h – Abertura

Secretária Estadual da Saúde - Sandra Fagundes - SES/RS

13h20 – Instituição da Comissão Científica do HSP

Dr Antônio Joaquim Cortes Fernandes – Diretor do DCHE

13h40 – Política de Pesquisa da SES

                        Me Silvia Czermainski - Coord. Comissão PECTIS/PPSES

14h30 – Estrutura de Pesquisa na Instituição

                        Dr José Roberto Goldim – CEP/HCPA

15h30 – Intervalo

15h45 – Comitê de Ética e Plataforma Brasil

                        Profª Maria Élida Machado – CEP/ESP/RS

16h30 – Pesquisas no HSP

                          Me Carla Jarkzewski , Dra Gisela Unis, Dra Nêmora Barcellos, Dra Marta Conte -    

                       Comissão Científica
17h – Discussão

17h30 - Encerramento


Lia  Magalhães 
Assessoria de Comunicação Social
Departamento de Coordenação dos Hospitais Estaduais

Secretaria Estadual da Saúde
Tel. 3339.2111 ramal 1156 - Cel. 84052509
Av. Bento Gonçalves, 2460 - B. Partenon

terça-feira, 1 de abril de 2014

Projeto preve o desenvolvimento do ensino e da pesquisa no Hospital Colônia Itapuã


Com o objetivo de criar um grupo de cooperação técnica para formulação de ações voltadas ao aprimoramento do contexto técnico pedagógico e administrativo da rede hospitalar e ambulatorial do Estado, o diretor adjunto do Departamento de Coordenação dos Hospitais Estaduais, Pablo Medeiros,  e as coordenadoras da Divisão de Ensino e Pesquisa,  Claudia Cruz e Rosemari  Reinherdt  se reuniram, na última sexta-feira, 28, com diretora do Hospital Colônia Itapuã, Marione Bischoff e a enfermeira Salete Wanke do hospital.

A Divisão de Ensino e Pesquisa do DCHE, setor responsável pela coordenação, articulação, planejamento e acompanhamento das atividades acadêmicas de ensino, pesquisa, educação permanente e estágios busca introduzir ações que visem dimensionar os fluxos de trabalho e desenvolvimento de processos em ensino, pesquisa e serviços.

O projeto teve início em 2011 concentrando suas ações no Hospital Psiquiátrico São Pedro, no Hospital Sanatório Partenon e no Ambulatório de Dermatologia Sanitária, a proposta atual vem incluir o Hospital Colônia Itapuã a fim de desenvolver ações voltadas ao aprimoramento do contexto técnico pedagógico e administrativo da rede hospitalar e ambulatorial do Estado.

A iniciativa objetiva a integração normativa entre os Departamentos de Ensino e Pesquisa das Instituições vinculas ao DCHE, e a construção de estratégias que viabilizem os princípios e diretrizes em ensino e pesquisa, culminando com a elaboração de Projeto Político Pedagógico.


Dennis  Magalhães 
Assessoria de Comunicação Social
Departamento de Coordenação dos Hospitais Estaduais

Secretaria Estadual da Saúde
Tel. 3339.2111 ramal 1156 - Cel. 84052503
Av. Bento Gonçalves, 2460 - B. Partenon