sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

HOSPITAIS ESTADUAIS NA LUTA CONTRA O MOSQUITO AEDES AEGYPTI

O Departamento de Coordenação dos Hospitais Estaduais vem buscando junto às instituições vinculadas (Hospital Psiquiátrico São Pedro, Hospital Sanatório Partenon, Hospital Colônia Itapuã), ações de combate a proliferação e disseminação do mosquito Aedes Aegypti como forma de controlar a transmissão de doenças causadas por esse vetor.

HOSPITAL PSIQUIÁTRICO SÃO PEDRO

O Hospital Psiquiátrico São Pedro no próximo sábado ,13, participará do Dia Nacional de Mobilização e Luta contra o Aedes Aegypti intensificando as ações de prevenção e disseminação do mosquito. Pela manhã, técnicos da Comissão de Enfrentamento ao Aedes Aegypti do Hospital farão uma vistoria nas Unidades de moradia da Instituição.
Criada no segundo semestre de 2015, reunindo técnicos da Direção Administrativa, da Comissão de Infecção Hospitalar e Comissão de Gerenciamento de Resíduos do HPSP, a Comissão de Enfrentamento ao Mosquito vem atuando rotineiramente no monitoramento e identificação dos locais propícios para a proliferação do vetor que transmite a Dengue, Zika Vírus e Chikungunya.
No primeiro mês do ano de 2016, foi realizada pela Vigilância Ambiental da 2ª Coordenadoria Regional de Saúde (2ªCRS) uma vistoria no Hospital São Pedro que está localizado em uma grande área física mantendo várias edificações, entre elas algumas desativadas(prédios históricos) e outras em reforma. Na oportunidade, foram identificados alguns focos do mosquito. Ainda no mês de janeiro, houve a pulverização de veneno para mosquitos e larvas nas dependências da instituição realizada pelo Centro Estadual de Vigilância Sanitária(CEVS). A partir das observações as ações se intensificaram, medidas de controle vêm sendo adotadas como a substituição de tampas das caixas de inspeção, a retirada ou emborcação dos pratos de plantas, manutenção da grama cortada, confecção e colocação de telas nas janelas das unidades e, principalmente, o gerenciamento do acúmulo de sucatas e resíduos. O diretor administrativo do HPSP, Tailor Jerônimo Massuco, informou que centenas de itens inservíveis, foram doados (através de processo administrativo que teve início em maio de 2015) à Sociedade de Apoio ao Doente Mental (SADOM) evitando o acúmulo e a demora do descarte do material. Ressaltou ainda, que os cuidados diários devem ser observados como o acúmulo de água dos vasos de plantas que ornamentam as casas e, o recolhimento e acondicionamento do lixo produzido no cotidiano nas unidades hospitalares.

HOSPITAL SANATÓRIO PARTENON

No Dia Nacional de Mobilização e Luta contra o Aedes Aegypti, 13 de fevereiro, próximo sábado, o Governador do Estado do RS, José Ivo Sartori, o secretário estadual da Saúde, João Gabbardo dos Reis, o prefeito de Porto Alegre, José Fortunati, o secretário municipal da Saúde da Capital, Fernando Ritter, o ministro de Minas e Energia, Carlos Eduardo de Souza Braga, o comandante da 3ª Região Militar do Sul, General de Exército Edson Leal Pujol, o vereador de Porto Alegre, Raul Torelly Fraga e o diretor do Departamento de Coordenação dos Hospitais Estaduais, Luiz Carlos Pinto Sobrinho darão inicio as ações no Estado e em Porto Alegre. Na oportunidade as autoridades acompanharão integrantes do exercito na vistoria aos domicílios do Bairo Partenon.
Após vistoria no Hospital Sanatório Partenon e complexo, realizada em 18 de janeiro de 2016, foram encontradas, conforme relatório da Vigilância Ambiental da 2ª Coordenadoria Regional de Saúde (2ªCRS), muitas larvas, tanto na parte interna como externa do prédio. A partir dessas observações, foi criada uma comissão formada pelo Hemocentro, Regulação Hospitalar do Estado e o Centro de Saúde Murialdo (pertencente ao município de Porto Alegre) gerenciada pela Comissão de Infecção Hospitalar do HSP. Segundo a diretora Administrativa Substituta do Hospital, Maria Lucia Amylton Mendes, a comissão visa realizar o rastreamento de possíveis focos e adoção de medidas de prevenção, higienização e aplicação de produtos para não proliferação das larvas, além da colocação de telas nas alas hospitalares e bueiros.

HOSPITAL COLÔNIA ITAPUÃ

No HCI foram recolhidas amostras de água acumulada para exame e avaliação. Ainda, segundo, diretor Administrativo Substituto do HCI, Geovani Diedrich, foram vistoriadas todas as áreas do complexo que pudessem ter focos do mosquito, casas dos usuários-moradores, cemitério e prédios desativados. Esta ação será mantida rotineiramente e monitorada por uma equipe de técnicos do Hospital.








Lia Magalhães 
Assessoria de Comunicação Social
Departamento de Coordenação dos Hospitais Estaduais
Secretaria Estadual da Saúde
Tel. 3339.2389 ramal 1319 - Cel. 84052503
Av. Bento Gonçalves, 2460 - B. Partenon